quarta-feira, 22 de abril de 2015

Cratera em rua completa dois anos em Santa Cecília do Pavão

Cratera em rua completa dois anos em Santa Cecília do Pavão

Em 16 de abril de 2013, fortes chuvas provocaram uma grande erosão na rua José Francioli, o Bairro da Fraternidade, em Santa Cecília do Pavão.
E o buraco na rua já completou dois anos, sem que providência alguma fosse adotada pela administração municipal. Bem que em meados de 2014, a prefeitura construiu um muro para conter a erosão, no entanto, sem êxito.
O assunto é tema de críticas e debate entre moradores daquela localidade, diante de postagem de vídeo na rede social.
Segundo o vereador Bruno Gavioli Cestário, a situação daquela rua inclusive já foi assunto de uma das poucas reuniões que a Câmara Municipal teve com o prefeito José Sérgio Juventino, o Padre Zezinho.
O vereador relata que "é muito triste.  Lastimável ver essa situação. Os vereadores cobram, criticam e principalmente indicam. Fazemos indicações para que situações sejam resolvidas. Eu, como vereador, posso lhes dizer que cobro muito, e fiz várias e várias indicações que, ao meu modo de ver, é para o bem da cidade e da população, mas quem executa, ou melhor, deveria executar é o poder executivo municipal".
A moradora Aparecida Henrique Martins, comenta que "a minha rua está feia. Se cair um carro no buraco tem que puxar de trator, e ainda mais tem deposito de lixo em cima do meio fio".
 
De acordo com o comunicador Claudinho Silva, da rádio Líder FM, "quanto acontecer uma tragédia neste local, talvez sim o prefeito de Santa Cecília do Pavão tome alguma providência. Mas o bom mesmo é se ele caísse dentro com seu carro, mas claro que isso nunca irá acontecer, pois ele nem vai lá ver como está a situação de perigo no local".
 
Diante do "estrago", Cássio Santos Amador lembra a todos "que esta rua não é uma estrada de terra numa área rural, e sim (era) uma rua asfaltada, numa das partes mais antigas da cidade de Santa Cecília do Pavão. Outro agravante é que esta região é perto da nascente do rio, e desmoronamentos podem acabar com ela!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário